• Félix Rodrigues

Análise diária da infecção por SARS-CoV-2 em Portugal (19/7/2020): Nós e a Polónia

Temos hoje mais 246 novos casos de infeção em Portugal e cinco óbitos, o que acumula 48 636 casos de infeção por SARS-CoV-2 no país e 1689 óbitos.

Parece ter havido uma redução de ontem para hoje, mas mais uma vez isso é efeito de “fim de semana”, ou seja, de redução do número de análises pela diminuição de “mão de obra” laboratorial nesse período. Na terça-feira teremos um “retrato” mais próximo do que é a infeção real no país.

A novidade relativamente ao tratamento da doença é que Portugal está a criar um banco de soros hiperimunes. Pode ser que venha a resultar e que consigamos assim reduzir o número de pessoas nos cuidados intensivos, porque de resto, o tratamento não é útil em mais nenhuma circunstância prática que se vislumbre.

A nível internacional, um dos países bem comportados da primeira fase, descarrilou no desconfinamento e já nos passou à frente em número de infetados. Israel tem neste momento 49575 infetados, mas apenas 406 óbitos.

Estamos a ser seguidos por Singapura que tem a epidemia melhor controlada do que nós e pela Polónia (37, 97 milhões de habitantes) com 40 104 infetados e 1624 óbitos. A taxa de letalidade na Polónia é de 4%, superior à atual taxa de letalidade portuguesa (3,5%). Não é possível dizer neste momento se alguma vez a Polónia nos ultrapassará, porque as situações epidemiológicas em Portugal e Polónia são muito parecidas, mas é mais provável que se descontrole na Polónia.


Félix Rodrigues


39 visualizações
acda_cubo.png

Associação para a Ciência e Desenvolvimento dos Açores
Canada de Belém

TERINOV - Parque de Ciência e Tecnologia da Ilha Terceira - Sala B4

9700-702 Terra Chã, Angra do Heroísmo

NEWSLETTER

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

© Associação para a Ciência e Desenvolvimento dos Açores