• Félix Rodrigues

Análise diária da SARS-CoV-2 (26/7/2020): Qual a razão de um excesso de mortalidade tão elevado?

Nos Açores temos hoje o resultado de muitas análises, mas hoje, como vem sendo habitual, não existem novos casos.

Temos hoje no país mais 209 casos de infeção por SARS-Cov-2 e um óbito. São valores muito baixos comparados com o que tem sido habitual, mas temos aqui mais uma vez o efeito de fim de semana. Na terça-feira veremos com mais clareza por onde andamos.

O país ultrapassou a barreira mental dos 50 mil casos (50164 casos acumulados) e atinge os 1717 óbitos.

Será que alguém é capaz de explicar a razão pela qual temos nesta altura do ano um excesso de mortalidade global elevado, que não se explica por Covid-19? Será pelos incêndios? Se sim, são centenas de pessoas e isso é muito preocupante. Será da falta de apoio médico? Se sim, isso é muito preocupante. Não são meia dúzia de mortes a mais relativamente a anos anteriores, no mesmo dia, mas sim centenas.

Algo não está a ser explicado para termos um excesso de mortalidade global elevado e uma mortalidade tão baixa por Covid-19.

Lá voltamos nós a passar outra vez à frente de Singapura que mais dia, menos dia nos ultrapassa de novo. Também mais dia menos dia passamos à frente da Holanda.



Félix Rodrigues

37 visualizações
acda_cubo.png

Associação para a Ciência e Desenvolvimento dos Açores
Canada de Belém

TERINOV - Parque de Ciência e Tecnologia da Ilha Terceira - Sala B4

9700-702 Terra Chã, Angra do Heroísmo

NEWSLETTER

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

© Associação para a Ciência e Desenvolvimento dos Açores