• Félix Rodrigues

O gelo do Árctico que desaparece (maior aumento registado)

O gelo do mar Ártico provavelmente atingiu a sua extensão mínima anual a 15 de setembro deste ano, de acordo com a NASA e o National Snow and Ice Data Center (NSIDC).


Os dados de satélite mostram que a calote polar ártica encolheu para 3,74 milhões de quilómetros quadrados tornando-se o segundo menor mínimo até agora registado. Os especialistas alertaram para a possibilidade de que a mudança dos ventos ou o derretimento no final desta temporada possa ainda aumenta extensão do degelo.


No mapa da imagem mostra-se a extensão do gelo marinho - definida como a área total em que a concentração de gelo é de pelo menos 15 por cento - neste período e que é muito menor do que a extensão média de 1981-2010 para o mesmo dia (linha amarela). 2020 e 2012 permanecem os únicos anos em que a extensão do gelo marinho caiu abaixo de 4,0 milhões de quilómetros quadrados.




Texto adaptado por Félix Rodrigues

56 visualizações
acda_cubo.png

Associação para a Ciência e Desenvolvimento dos Açores
Canada de Belém

TERINOV - Parque de Ciência e Tecnologia da Ilha Terceira - Sala B4

9700-702 Terra Chã, Angra do Heroísmo

NEWSLETTER

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

© Associação para a Ciência e Desenvolvimento dos Açores