• Félix Rodrigues

Temos que ser pragmáticos, caso contrário, estaremos sempre a subir

Após a reunião com especialistas onde a maioria considera haver uma relativa estabilidade neste momento em Portugal, voltamos hoje aos cerca de 400 casos diários (388 novos casos). Estamos a subir em média lentamente. Temos hoje acumulados 60895 casos e 1846 óbitos. Temos um ligeiro excesso de mortalidade relativamente aos anos anteriores, em período homólogo semanal). É preciso agir e mobilizar conhecimentos, daí que podem ser importante as reuniões com o Infarmed.

O que não é importante numa reunião do Infarmed com especialistas?

-Caracterizações estatísticas sem propostas concretas de uso de tais dados. Já todos sabemos como a doença agrava sintomas com a idade.

-Fotografias de microscopia eletrónica de vírus que já todos vimos.

-Falácias da autoridade, como por exemplo com que se trabalha e instituições com quem se trabalha se não há nada de pragmático nisso.

-Gráficos e tabelas se não servem para predição.

-Pareceres que são meras opiniões pessoais baseadas em intuições.

Como agir tecnicamente na pandemia? É essa a grande questão.

Que dados novos devem ser utilizados nos modelos de previsão? É outra questão pertinente.

Como descodificar a linguagem técnica e tornar a mensagem acessível ao grande público?

Como se deve fazer comunicação de risco?

-Qual é o perfil dos novos infetados? Como se contagiam e porquê?

-Qual tem sido a eficácia da App?

-Por que razão os lares portugueses são os grandes focos de infecção?

Em termos globais e de ranking da infeção, brevemente a Etiópia (com 109,2 milhões de habitantes) nos ultrapassará em infeções e número de óbitos oficiais.

Fotografia de ZAP-aeiou.



Félix Rodrigues

51 visualizações
acda_cubo.png

Associação para a Ciência e Desenvolvimento dos Açores
Canada de Belém

TERINOV - Parque de Ciência e Tecnologia da Ilha Terceira - Sala B4

9700-702 Terra Chã, Angra do Heroísmo

NEWSLETTER

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

© Associação para a Ciência e Desenvolvimento dos Açores