• Félix Rodrigues

Um país que minimaliza a mortalidade por Covid-19 com "velhofobia"

8 óbitos e 623 infetados são os dados de hoje da pandemia em Portugal.

Ultrapassámos a marca dos 69 mil infetados (69200) e acumulámos o número redondo dos 1920 óbitos. Esperava-se que esses números fossem mais baixos do que os de ontem, e de facto assim foram, no número de óbitos, mas não no número de infetados.

A Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, revelou este sábado que a média de idades das mortes por COVID-19 em Portugal é de 81.4 anos, sendo que a pessoa mais nova que faleceu devido ao novo coronavírus tinha 40 anos e a mais velha tinha 102. Essa média despreocupa alguns e percebe-se que na “ética médica” se houver que fazer escolhas, escolhem-se os mais novos, mas essa decisão é difícil para qualquer médico. Por outro lado, não é verdade que o mais novo tivesse 40 anos, ou já nos esquecemos da morte de um jovem futebolista?

A Rainha de Inglaterra tem 94 anos, se morrer de Covid não é uma morte qualquer e a escolha médica será muito difícil entre alguém mais novo e a Rainha de Inglaterra.

O presidente Trump tem 74 e se morrer de Covid, não é uma morte qualquer e sabemos bem qual será a escolha médica.

A média de idades entre a Rainha de Inglaterra e o Presidente Trump é de 84 anos, maior do que a média dos mortos por Covid 19 em Portugal.

Se temos que relativizar a morte só o devemos fazer quando os dilemas se impõem e as questões éticas o justificam. Dizer-se que não há problemas quando morrem pessoas com idade superior à nossa “velhofobia” é descriminação.

Carl Sagan morreu com 62 anos. Era velho, mas nenhum outro o substituiu.

Stephen Hawking era deficiente e morreu com 76 anos. Era velho, mas ninguém o substituiu.

Winston Churchill morreu aos 91 anos, era velho, mas foi uma perda.

A “velhofobia” da Covid corresponde a renegar o valor da vida humana e o contributo esforçado para a qualidade de vida que temos como comunidade. É simplesmente incompreensível e eticamente inadmissível.



Félix Rodrigues

64 visualizações
acda_cubo.png

Associação para a Ciência e Desenvolvimento dos Açores
Canada de Belém

TERINOV - Parque de Ciência e Tecnologia da Ilha Terceira - Sala B4

9700-702 Terra Chã, Angra do Heroísmo

NEWSLETTER

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

© Associação para a Ciência e Desenvolvimento dos Açores